Abertura Home Informações Saúde News Recados Contato
Ministrando Remédios

Quando o veterinário receitar um remédio para sua ave, converse com ele sobre a dosagem.


Se você se sentir inseguro para ministrar remédio em sua ave, não se envergonhe. Relate isto ao veterinário e peça a ele que lhe dê alternativas ou que, pelo menos na primeira vez, dê a medicação junto com você. Peça a ele que lhe ensine, na prática, como fazer.


O que fazer se sua ave “aspirar“ (engasgar) comremédio?


Dar remédios por via oral para pássarosé uma ação perigosa e que requer cautela. Consulte abaixo a forma adequada de fazer isto.


Dar remédio para aves de pequeno porte nem sempre é fácil. Quando levamos nossos bichinhos para consulta e é receitado remédios via oral, certos veterinários “se esquecem” de avisar ao dono sobre os perigos ao ministrarremédios, sobre os cuidados a serem tomados e as prováveis soluções em caso de problemas.


Perigos: Quando ministramos remédio via oral em pássaros, eles correm o risco de “aspirar” o remédio e, se isto acontecer, eles podem vir a morrer. “Aspirar” quer dizer: Inalar o remédio que vai para o pulmão causando sufocamento na ave, muitas vezes, provocando sua morte.


Dicas para evitar que a calopsita “aspire” o remédio:


Nunca forneça mais que 2 gotas direto no bico. Coloque as 2 gotas na cavidade inferior do bico (pscitacídeos), segurea ave na posição de pé, um pouquinho, atéela tomar o remédio. Se a quantidade de remédio a ser dada for superior a 2 gotas, dê as 2 primeiras gotas, solte a ave, espere uns 3 minutos, volte a pegá-la e dê o restante.É comum o veterinário receitar mais de 1 remédio e por isto haverá a necessidade do processo acima. Após ministrar o remédio fique de olho por uns 5 minutos para ver se está tudo bem e se a ave está respirando normal.


Mesmo assim ela “aspirou”? Você percebeu que ela está sufocando. Se ela não espirrar e jogar o remédio fora, imediatamente, pegue-a de novo, coloque-a na posição de ponta-cabeça (cabeça para baixo - bico na direção do chão) e dê pequenas sacudidelas nela. Provavelmente, o remédio vai voltar pela traquéia.


Forma light sem sofrimento: Se sua calopsita tem o hábito de comer na sua mão aqui vai uma dica que vai facilitar com que ela tome remédios que não possuam gosto muito forte: Tenha em casa: pão de forma de batata, preferencialmente da marca Nutrella (calopsitas adoram!). Coloque o remédio numa colherinha. Misture uma gota de água filtrada. Pegue um pedacinho de pão de batata e molhe no remédio, suavemente, sem massacrar o pão, e ofereça. Certifique-se de que ela comeu todo o pão com remédio. Também não dê o pedaço de pão inteiro de uma única vez. Corte com os dedos pequenos pedacinhos (quase migalhas) para ela comer.


Cuidados e precauções devem ser tomados quando você necessitar ministrar remédios no bico de sua calopsita. O primeiro cuidado a ser tomado é com relação a dosagens que alguns veterinários receitam. Por exemplo: 0,3 ml de algo. O que dá 0,3 ml? Aproximadamente, 8 gotas. Vejamos... 8 gotas de qualquer remédio não é muito para uma ave que pesa 90 gramas? Além disto, como você daria 8 gotas no bico de uma calopsita sem sufocá-la?

Há veterinários que estão mais habituados com cães e gatos e prescrever doses para pássaros requer experiência.

Apesar do metabolismo das aves ser mais rápido, leve em conta que calopsitas são pássaros de pequeno porte e não precisam de doses cavalares. Use o bom senso e argumente com o veterinário, se for necessário.


Procure sempre usar a seringa de insulina para ministrar remédios. Se você usar o conta-gotas e não tiver muito controle da mão, poderá acabar pingando mais que o necessário. Com a seringa você pode fazer a medida e dar com mais tranquilidade.


Morya, Galah, Merlin, Queropito e Rabolú
Back to top